Monte de Adoração

Paulo Moral & Cecília Moral

Como Conhecer a Vontade de Deus.

Como conhecer a vontade de Deus?

Como tomar as decisões corretas? O que Deus quer realmente de mim? Ele se importa com todas as escolhas que faço?

Creio que este artigo vai abençoá-lo. São alguns comentários a respeito do assunto que, na vida, sempre precisamos rever.

Boa leitura.

. Como tomar as decisões corretas? O que Deus quer realmente de mim? Ele se importa com todas as escolhas que faço?

    . A grande pergunta por trás de todo esse questionamento é de fato esta: Qual é a vontade de Deus para minha vida?

    . Decidimos explorar esse assunto delicado e muitas vezes confuso, com a ajuda de quatro líderes espirituais de universidades cristãs.

Deus realmente se importa com minhas decisões?

Deus se importa com tudo o que acontece em nosso coração. Em cada situação temos a oportunidade de escolher a quem iremos adorar. A Deus ou a nós mesmos. Deus deseja ser prioridade absoluta em nossas vidas.

Em determinadas áreas da vida, a diferença entre as decisões certas e as erradas é bastante clara – como escolher entre colar ou não em uma prova. Em outras áreas, no entanto, é preciso escolher entre duas coisas boas – como escolher entre duas conceituadas universidades para estudar. Nesse caso, é possível que Deus se sinta honrado com qualquer decisão tomada. Em outros casos a escolha pode não se tratar de certo e errado, o que é uma boa oportunidade para praticar a sabedoria. Passar muito tempo se divertindo com os amigos, por exemplo, pode ser algo bom, mas se isso atrapalha aqueles momentos de paz e silêncio, pode ser mais difícil percebermos a presença de Deus. Ser sábio pode significar se afastar um pouco, desligar o celular de vez em quando para aquietar o coração e estar mais atento à presença de Deus no dia a dia.

Às vezes, ao tomarmos decisões, pode parecer que estamos tentando encaixar Deus na história de nossas vidas. Mas na verdade, nós fazemos parte da história de Deus e Ele se alegra quando nos damos conta disso.

— Jamie Noling, pastor associado na universidade Azusa Pacific, Califórnia.

Como descubro a vontade de Deus?

Em primeiro lugar, é preciso que nos certifiquemos de que estamos tentando obedecer ao que Deus já revelou através de Sua Palavra. Como obedecer aos pais, por exemplo. Essa é uma ordem clara de Deus. Não adianta ignorar a vontade revelada de Deus e esperar que Ele responda a perguntas sobre Sua vontade em áreas específicas de nossas vidas.

À medida que estudamos Sua Palavra e passamos tempo em oração, nosso relacionamento com Deus cresce e começamos a entender Seu caráter. Estaremos então prontos para ouvir Sua instrução sobre as outras áreas de nossas vidas. Além de estudar a Bíblia e orar, é bom que estejamos dispostos a buscar aconselhamento de pastores ou irmãos mais maduros na fé.

Se levarmos a sério a vontade de Deus, precisamos reconhecer que não se trata de conseguir o que queremos, mas sim de fazermos o que Deus nos manda. Devemos confiar e saber que Ele é bom, e que a Sua vontade é o melhor para nós.

— Jeff Gangel, diretor de formação espiritual na Toccoa Falls, Geórgia.

Deus pode me pedir para fazer algo que eu não queira?

Deus pode pedir que façamos algo que não nos parece natural em um primeiro momento. Mas à medida que escutamos e respondemos a Seu chamado, nos conectamos a nossos mais profundos desejos. Afinal, o que Deus nos chama a fazer, é o que Ele nos criou para fazermos.

Muitos de nós temos hábitos que nos fazem sentir confortáveis e que apreciamos. Em longo prazo, no entanto, essas coisas podem não satisfazer nossas necessidades espirituais mais profundas. Podemos, por exemplo, ter o hábito de buscar aceitação das pessoas, seguindo os passos da maioria. Isso é fácil e pode fazer com que nos sintamos aceitos, mas na verdade, esse hábito pode impedir que nos tornemos quem fomos chamados para ser.

Esse processo pode ser comparado a um atleta que se prepara para uma corrida. Para chegar ao ponto em que ele sentirá prazer ao correr longas distâncias, é preciso trabalhar duro e fazer coisas que não são tão fáceis e agradáveis. Mas quando o atleta está em forma, correr se torna uma grande alegria. Da mesma forma, quando começamos a percorrer o caminho da vontade de Deus, sentimos uma enorme alegria em cumprir Seu chamado.

— Greg Carmer, reitor da universidade Gordon, Massachusetts.

E se eu não perceber qual é a vontade de Deus?

Tomar uma decisão errada não significa que estaremos para sempre fora da vontade de Deus. Isso é parte da beleza das escrituras: possui inúmeras histórias de pessoas que tomaram decisões ruins, e que ainda assim foram usadas tremendamente por Deus. Veja Abraão e Davi. Ambos fizeram coisas claramente erradas, mas Deus trabalhou através deles para realizar grandes coisas. Ele pode usar todas as nossas decisões, as certas, as erradas ou as neutras.

Também precisamos lembrar que Deus é nosso Pai. Ele não está aqui para nos condenar, mas para nos tornar mais parecidos com Cristo. Se estivermos focados em Cristo, e em santidade, as outras coisas se encaixarão em seus devidos lugares. Deus não tem a intenção de nos oferecer apenas uma chance para fazer o que é certo.

— Shawn Holtgren, reitor de Desenvolvimento Espiritual e de Liderança na universidade Bethel, Indiana.

Fonte: http://www.cristianismohoje.com.br/materia.php?k=864

Anúncios

26 de outubro de 2012 - Posted by | Pastoral

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: