Monte de Adoração

Paulo Moral & Cecília Moral

PQGP 30 – Uma Nova Reforma 2 – A Recatolização

Amo os católicos e desejo que conheçam a Jesus e sejam salvos.
Amo os espíritas e desejo que conheçam a Jesus e sejam salvos.
Amo os evangélicos e desejo que conheçam a Jesus e sejam salvos.

Amo a Igreja de Jesus que sou parte, o Corpo Vivo de Cristo, que a 2 mil anos caminha na tutela do Espírito Santo nas bases da Doutrina dos Apóstolos de Jesus Cristo. Esta Igreja é tradicional, pentecostal, carismática, avivada e missionária. A Igreja do Novo Testamento é apostólica, profética, evangelista, pastoral e ensinadora.

A Igreja é o que é, independente da moda do último mover, das placas na fachada ou da nova rede apostólica que passou a fazer parte.

As reinvenções estão provocando desvios sérios.

Veja tudo com os óculos do Novo Testamento. Se fizer isso, você pode não gostar do que verá.

Vamos ao artigo.

1. A Recatolização Contemporânea do Evangelho

Vê-se a recatolização no entendimento cada vez mais acentuado, de que temos um clero e um laicato. Preocupa-me ver, cada vez mais, as igrejas terem ministros formados e assalariados para tudo. Acho correto termos ministros de música, de educação religiosa, de missões, etc., em nossas igrejas. Milito na educação ministerial, sou presidente da ABIBET e não poderia pensar doutra maneira.

Mas me preocupa a possibilidade de estarmos dizendo ao nosso povo que só pessoas formadas em seminários e remuneradas podem fazer a obra de Deus. Pode-se criar uma mentalidade daninha: os ministros fazem o trabalho e os crentes pagam a conta. A incidência do uso do termo “leigo” para os não consagrados aos ministérios é reveladora. Todos nós somos ministros, pois todos somos servos. E todos somos leigos, porque todos somos povo (é este o sentido da palavra “leigo”, alguém do povo). Não temos clero nem laicato. Somos todos ministros e somos todos povo. Mas cada vez mais as bases ministeriais são buscadas no Antigo Testamento e não no Novo. Usamos os termos do Novo com a conotação do Antigo. O pastor do NT passa a ter a conotação do sacerdote do AT. É o “ungido”, detentor de uma relação especial com Deus que os outros não têm. Só ele pode realizar certos atos litúrgicos, como o sacerdote do AT. Por exemplo, batismo e ceia só podem ser celebrados por ele. Assumimos isto como postura, mas não é uma exigência bíblica. No meio carismático isto é mais forte. Os pastores tornam a igreja dependente deles. Só eles têm a oração poderosa, a corrente de libertação só pode ser feita por eles e na igreja, só eles quebram as maldições, etc.

O sentido teológico do sacerdote hebreu parece permear fortemente o sentido teológico do pastor neotestamentário. Este conceito convém ao pastor carismático. Ele se torna um homem acima dos outros, incontestável, líder que deve ser acatado. Tem uma autoridade espiritual que os outros não tem. O Antigo Testamento elitiza a liderança. O Novo Testamento democratiza. Para o carismático, o Novo Testamento, a mensagem da graça e a eclesiologia despida de objetos, palavras e gestual sagrados não são interessantes. Assim, ele se refugia no AT. Por isso há igrejas evangélicas com castiçais de sete braços e estrelas de Davi no lugar da cruz, bandeira de Israel, guardando festas judaicas, e até incensários em seus salões de cultos. Há evangélicos que parecem frustrados por não serem judeus. A liturgia pomposa do judaísmo é mais atraente e permite mais manobra ao líder que se põe acima dos outros.

2. A Rejudaização, um Produto Tanto Teológico Quanto Comercial (próximo artigo)

Anúncios

20 de setembro de 2011 - Posted by | Kerigma

12 Comentários »

  1. Tenho acompanhado os diversos artigos, e todos têm refletido sinceramente sobre a situação da igreja atual e quanto estamos distantes de alcançarmos o que Cristo nos ensinou.

    Gosto da forma simples, mas contundente que o autor imprime, nos fazendo refletir no que é preciso ser mudado, ou mesmo, revisto como “primeiro amor”, dizendo ao meu espírito: Voltemos ao Evangelho puro e simples de Jesus!

    Parabéns pela iniciativa e continuidade deste ministério que nos ajuda a tirar as escamas de nossos olhos. Mandamos um ósculo santo (ou simplesmente, “beijão”), na Cecília, Nádia e Lucas – uma família abençoada por Deus!

    Comentário por Fernando Moraes Oliveira | 27 de setembro de 2011 | Responder

    • haha, obrigado Fernando. O carinho de vocês é muito importante para nós.
      Bejão pra vc e para Adri.

      Comentário por Paulo Moral | 27 de setembro de 2011 | Responder

  2. Muito bom artigo ….paulo moral!!! concordo plenamente….louvo a Deus pelo seu entedimento e pela clareza….as vezes me sinto assim.. como vc colocou fazendo parte do baixo “clero”…pois nao faco parte de nenhuma “Rede apostolica” onde os cardeais se reunem p decidir o rumo de nós …povo de Deus (baixo clero)…..que náo tem acesso ao Pai!! ficamos do lado de fora do palacio na praça s pedro..
    esperando sair a fumaça branca pela chamine! onde significa que eles já tomaram suas decisoes! e direçoes do corpo de cristo.. por nós.. do “baixo clero”
    Deus continue te abençoando , abraço pr jefferson/ sorocaba-sp

    Comentário por jeffrson moreira | 26 de setembro de 2011 | Responder

    • É verdade Jefferson. Obrigado por comentar. Deus abençoe vc, sua família, igreja eu sua cidade. Abraços.

      Comentário por Paulo Moral | 26 de setembro de 2011 | Responder

  3. Graça & Paz!
    Mano gostei muito do artigo, Deus abençoe mais e mais

    Comentário por Rafael | 25 de setembro de 2011 | Responder

  4. A Paz de Deus esteja em seu coração, primo querido, que o Senhor continue te abençoando em seu ministério. Apesar da distância e dos anos que não nos vemos, saiba que eu tenho um amor muito grande por vc e sua linda família.
    Deus abençoe, Carla.

    Comentário por Carla Garcia Miranda | 23 de setembro de 2011 | Responder

    • Obrigado Carlinha. Sentimos o mesmo. Espero vê-los. ABraços e que Deus abençoe muito vocês.

      Comentário por Paulo Moral | 23 de setembro de 2011 | Responder

  5. To alimentado por um bom tempo!! belissimo texto

    Deus seja louvado!!

    Paz

    Comentário por CIA de Macaé | 23 de setembro de 2011 | Responder

  6. excelente o texto!!! que Deus continue te abençoando e o Espirito Santo te inspirando. Que as dificuldades do caminho não tenham o poder de te parar e as tristezas que surgem, possam ser lançadas nos braços de Cristo em oração e súplicas e ele te dará o refrigério!

    Comentário por iedacastro | 20 de setembro de 2011 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: