Monte de Adoração

Paulo Moral & Cecília Moral

PQGP 25 – Interpretando a Bíblia Hoje 3 – O Abandono da Bíblia como Normativa

Muitos homens de Deus na Bíblia tiveram bons começos e fins trágicos. Caim é um exemplo. Outros exemplos são: O profeta do altar (1Reis13); Geazi (2Reis 5:25-27); Eli o Sacerdote; Hofni e Fineias, seus filhos (1Sam 2:27 a 36); Saul; Salomão; o rei Ezequias em seus 15 anos de hora extra; Judas e outros.

Hoje, muitos homens de Deus e Ministérios começam bem a caminhada em seus chamados, mas tropeçam nas pedras do orgulho, do dinheiro, da fama, da necessidade de reconhecimento, da ‘emsimesmação’ e se desviam de sua vocação original, da Bíblia, de Jesus e da simplicidade do Evangelho. Nesse momento, para sustentar uma filosofia sutilmente herética e uma estrutura que aponta mais para o líder e um sonho do que para Jesus e Sua Igreja, despreza-se a Bíblia pela supervalorização do líder e sua visão. Assim nascem as seitas. O problema das seitas não é o antagonismo mas a semelhança.

Nesse ponto, a Bíblia deixa de ser normativa e passa a ser indicativa. Continue lendo

Anúncios

9 de agosto de 2011 Posted by | Kerigma | 8 Comentários