Monte de Adoração

Paulo Moral & Cecília Moral

PQGP 17 – Pregação Bíblica

Já ouvi muita brincadeira sobre a “homilética”. Ouvi chamar de ‘omelética’, zombando do esforço no estudo, pesquisa e preparação de sermões. Honestamente, algumas das pregações que ouço são verdadeiros omeletes mal passados que não se sabe exatamente o que é. Parece o gênese: sem forma e vazia.

Homilética é a arte/ciência da pregação. Como defendo o estudo da Bíblia, a transpiração associada a inspiração, tenho repartido artigos que devem ajudar os ‘chamados’ ao honroso ministério da Palavra.

Vou escrever e postar artigos de outros pastores sobre homilética em breve, mas antes, reparto uma apostila preparada pelo Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho para a Convenção Batista Fluminense em março de 2005. Vale a pena.

 PREGAÇÃO BÍBLICA

 INTRODUÇÃO

Um problema em falar sobre pregação para pastores é que isto pode parecer que o preletor

se julga superior aos outros, por isso vai ensiná-los. Normalmente, todo pregador se julga um bom

pregador. Alguns, inclusive, pensam ter uma linha direta com Deus e presumem que o sermão vem

diretamente de Deus. Questionar o sermão é questionar seu relacionamento com Deus e sua

autoridade espiritual. Esta concepção, de que o sermão vem como linha direta de Deus, vi em

cartazes colocados em postes de Campinas. Um pregador, de Rondônia, estava oferecendo um cd

gratuito (em troca de uma módica oferta, óbvio) com mensagens suas sobre a segunda vinda de

Cristo, algo que poderia mudar a vida e o ministério da Igreja. Ele recebera aquelas mensagens

diretamente de Deus. O Senhor as revelara a ele. Quando vi os títulos das mensagens, pensei: “Deus

é pré-milenista dispensacionalista, pois revelou este esquema ao pregador”. Quer dizer, um

esquema já conhecido há tanto tempo, foi revelado como novo. Todo adepto desta linha

escatológica conhece aquelas ideias. Deixando a questão escatológica de lado, eis uma visão típica

de muitos pastores: “Deus me revelou este sermão”. Perguntaram, certa vez, a uma pregadora

carismática como ela preparava suas mensagens. Ela respondeu: “Eu não as preparo. Deus as

entrega diretamente a mim”. Isto é perigoso, pois coloca o pregador acima da crítica e da avaliação.

E é doentio, pois faz da pessoa um oráculo de Iahweh, tornando conceitos humanos como divinos.

Os conceitos dos pregadores não são divinos. São humanos. E os pregadores são responsáveis por

eles.

Espero que não assumamos esta posição. Mas, de uma forma ou de outra, um pouco deste

conceito fica em nossa mente. Para muitos pregadores, seus conceitos vieram de Deus. Creio que

Deus nos ilumina ao prepararmos uma mensagem, mas não que ele nos inspira. Evitemos confundir

conceitos. Fico com uma citação do Dr. Werner Kaschel sobre estes aspectos:

Três doutrinas vão sempre juntas, na inteligente apreciação do valor da Escritura:

revelação, inspiração e iluminação. Para o autor (do texto bíblico) veio a REVELAÇÃO;

para a Escritura que ele transmite veio a INSPIRAÇÃO; para o leitor que busca saber

por meio dela a verdade e a vontade de Deus, virá, nas condições de espiritualidade, a

ILUMINAÇÃO. O profeta e o apóstolo foram MOVIDOS. Suas Escrituras foram

INSPIRADAS. Nós somos ILUMINADOS 1.

A iluminação não nos traz uma verdade nova, mas nos faz entender a verdade bíblica. E a

iluminação não produz um oráculo divino, mas uma interpretação humana. As interpretações

humanas estão sujeitas, e assim sofrem influência, aos intérpretes. O sermão é uma peça humana,

produto de uma mente iluminada por Deus, mas sujeita a uma visão cultural do intérprete.

2. O CENÁRIO CONTEMPORÂNEO E SUA INFLUÊNCIA NA PREGAÇÃO (próximo artigo)


Anúncios

12 de maio de 2011 - Posted by | Kerigma

2 Comentários »

  1. TERIA COMO ME ENVIAR ESTA OPOSTILA? Será muito útil, desde já agradeço. marciolizardi@msn.com

    Comentário por Márcio Lizardi | 13 de junho de 2011 | Responder

    • Olá Marcio, estou publicando a apostila toda nos artigos. Mas posso mandar ela toda.
      Abraços.

      Comentário por Paulo Moral | 13 de junho de 2011 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: